Ato Público na USP por Dilma Presidente

Do Viomundo:

Anúncios

One Comment to “Ato Público na USP por Dilma Presidente”

  1. http://afinsophia.blog.com/2010/10/26/intelectuais-fazem-ato-pro-dilma-na-usp/

    Vários professores, sociólogos, filósofos, historiadores, escritores, ensaístas, cientistas, críticos de arte e literatura, entre outros, discursaram, pregando a necessidade no atual momento de engajamento na candidatura de Dilma Rousseff. Para eles, encontra-se em jogo a continuação de um projeto político administrativo que vem dando certo no governo Lula, e um projeto falido nascido no governo Fernando Henrique, e que se pretende ressuscitar na candidatura Serra. O que seria um total fracasso político.

    Entre tantos representantes e apoiadores da candidatura de Dilma Rousseff, compareceram Celso Antonio Bandeira de Mello, Vladimir Saflate, a filha do filólogo e poeta, fundador do PT, professor Antônio Cândido, que lhe representou. Mas coube à socióloga Heloisa Fernandes, filha do sociólogo Florestan Fernandes, um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, um discurso consistente e empolgado que contagiou os presentes.

    Heloisa pediu para que todas as esquerdas se unam em redor do nome de Dilma Rousseff, porque há uma grande diferença entre o programa de Dilma e o programa da direita. Ela afirmou que no primeiro turno votou em Plínio, mas que agora era uma questão de posicionamento político votar em Dilma.

    “Discordo que não existam diferença e nem acho que os dois candidatos sejam farinha do mesmo saco”, analisou a socióloga, desfazendo o posicionamento dos que afirmam que os dois candidatos tem projetos semelhantes.

    Por sua vez, o professor e crítico de literatura Alfredo Bosi afirmou: “Nosso voto não é cego, é crítico. A confiança e a esperança não nos isentam de continuar lutando.”

    Como uma das organizadoras do ato pró Dilma Rousseff, a filósofa Marilena Chauí fez um discurso claro e convincente de que a candidatura da petista é o que há de mais certo nessa eleição, e ainda chamou de obsceno o ato de Serra em sua propaganda usar um santinho relacionando Jesus Cristo com ele, Serra.

    “O santinho é obsceno, pois não tem respeito pelo sagrado. É obsceno politicamente, porque a grande conquista da democracia moderna é a República laica”, afirmou a filósofa.
    Publicado por AFIN em 02:52:05

%d blogueiros gostam disto: