Posts tagged ‘Universidade’

25 outubro 2010

GRANDE ATO UNIVERSIDADES COM DILMA EM FORTALEZA

TODOS! Servidores, estudantes e professores das universidades e institutos de pesquisa e tecnologia do Ceará estão convidados a demonstrar seu apoio à candidatura Dilma Rousseff, nesta segunda, 25/10, às 18 horas.

Voltar à visão de Estado dos partidos conservadores e sua desobrigação para com a sociedade em geral e a Universidade em particular seria um retrocesso que o país não suporta, o Brasil não merece e que nos cabe repudiar veementemente COM NOSSO VOTO E COM NOSSO ATO. Participar é Fundamental!!

DILMA PARA UM BRASIL MELHOR PARA TODOS OS BRASILEIROS.

PRAÇA DA GENTILÂNDIA NA 13 DE MAIO

FORTALEZA, CE

DIA 25/10, 18 HORAS

Organização: Frente de servidores, estudantes e professores em apoio à candidatura Dilma, UFC, UECE, UVA, URCA, UNIFOR, IFCE, CENTEC, NUTEC, Faculdades Privadas.

Anúncios
22 outubro 2010

UNIVERSIDADES DO CEARÁ COM DILMA

Assine este manifesto cliquando aqui.

Assine também o Manifesto Nacional dos 5.000

A comunidade universitária cearense, composta por professores, servidores e estudantes, manifesta seu apoio irrestrito à candidatura Dilma Rousseff à Presidência da República pela razão que segue.

O segundo turno das eleições presidenciais põe em confronto duas visões opostas de Estado e de sua relação com a sociedade brasileira, e esta oposição é especialmente nítida no que toca a Universidade pública em nosso país. O governo FHC, que agora se repropõe através de Serra, pôs em ação um plano de retirada do Estado de sua responsabilidade constitucional com o Ensino Superior no Brasil, que levou nossas universidades a um deliberado sucateamento, pondo em risco não apenas um sistema universitário de qualidade, arduamente construído, mas também a ciência e a tecnologia em nosso país.

read more »

22 outubro 2010

Estudantes também Apoiam Dilma no 2º Turno

Fonte: http://www.une.org.br/home3/movimento_estudantil/movestudantil_-_2010/m_17946.html

“Para o sonho não virar pesadelo. Serra Não! VOTE DILMA!”

UNE e UBES lançam campanha com objetivo de impedir o retrocesso no país e a volta do projeto neoliberal de privatizações e sucateamento da educação

A característica basilar do movimento estudantil brasileiro é a sua disposição histórica em participar, como protagonista, dos principais debates e decisões nacionais, sem omissões ou negligências com o futuro do Brasil. Se no primeiro turno das eleições, quando UNE e UBES apresentaram ao país o “Projeto UNE Brasil”, havia mais de um candidato com propostas progressistas – entre eles os qualificados Marina Silva e Plínio de Arruda Sampaio – neste momento não há nenhuma dúvida. O avanço para o Brasil é Dilma Rousseff.

read more »

21 outubro 2010

MANIFESTO DA COMUNIDADE ACADÊMICA DA UFF

Para assinar basta enviar e-mail para uffedilma@yahoo.com.br com: Nome, função e curso/unidade.

Na terça-feira, dia 26, ato de lançamento do manifesto na galeria do ICHF, às 18h.

 

Manifesto da comunidade da Universidade Federal Fluminense

Pela continuidade das políticas de mudança na educação

A UFF É PELA MUDANÇA COM DILMA!

Nós, estudantes, técnic@s-administrativ@s administrativos e professores(as) da Universidade Federal Fluminense vimos a público divulgar nosso apoio à candidatura de Dilma Rousseff no segundo turno das eleições nacionais. É possível e aceitável formular críticas ao governo Lula, mas avaliamos que, nos oito últimos anos, houve avanços substanciais na educação pública nacional que se traduziram em mudanças significativas. Avanços e mudanças que estão ameaçados pela possibilidade de retorno de um governo psdebista. Neste momento é essencial trazer à memória e à consideração de tod@s uma comparação entre a política do governo Lula e a política do governo FHC em relação à educação pública:

8 anos FHC 8 anos Lula
Novas universidades federais Zero 14
Novos campi pelo interior Zero Mais de 100
Novas Escolas Técnicas e Institutos Federais 11 214

read more »

21 outubro 2010

MANIFESTO: A UFRN VOTA DILMA

“Somos do tecido com o qual se fazem os sonhos”. Shakespeare.

 

O Governo do Presidente Lula promoveu significativas mudanças sociais, políticas e econômicas no Brasil. Atualmente, há mais pessoas consumindo, maior dinâmica econômica e programas sociais que ampliam a cidadania. Maior distribuição de renda, aumento do poder de compra do salário mínimo, geração recorde de empregos, expansão dos investimentos em saúde e educação, crescimento do PIB e ganho de credibilidade no mercado externo são alguns dos indicadores que demonstram os avanços vividos pela nação brasileira.

Muita coisa melhorou e as mudanças são visíveis no dia-a-dia dos(das) brasileiros(as). Durante o Governo Lula, 28 milhões de pessoas saíram da miséria extrema e 36 milhões ascenderam à classe média. Isto só foi possível graças a execução de um projeto político que retomou a capacidade da ação do Estado, tornando-o capaz de intervir na economia e fazer frente aos problemas sociais.

read more »

21 outubro 2010

MANIFESTO DA PUC E UNICAMP:Porque Dilma sim, porque Serra não

Fonte: http://www.cartamaior.com.br/templates/postMostrar.cfm?blog_id=6&post_id=579

 

Os signatários deste manifesto, ligados à área de educação e de pesquisa, sentem-se no direito e no dever de tornar pública sua opção nestas eleições em favor de Dilma Roussef. São dois estilos de governo e de campanha em disputa.

Nos oito anos do governo Lula, as universidades federais obtiveram autonomia financeira, o governo promoveu uma política de contratação de professores, pesquisadores e outros funcionários efetivos por concursos públicos, aumentou os orçamentos das universidades e criou 214 Institutos Federais Tecnológicos, 13 novas universidades, 60 novos campi nas já existentes, aumentou expressivamente o número de estudantes das universidades federais e o número de bolsas de pós-graduação. E ainda, para o ensino de nível básico, o atual governo federal aprovou no Congresso Nacional o piso nacional de salário para os professores e o Fundo de Educação Básica (FUNDEB).

Serra, no governo de São Paulo, tratou os professores em greve com bomba de gás lacrimogêneo. O campus da USP foi invadido pela polícia, fato que só acontecera durante a ditadura militar. No início de seu mandato, ameaçou a autonomia das Universidades Paulistas ao tentar assumir seu controle financeiro através de decretos, só recuando por causa de intensa mobilização da comunidade. Os 19 institutos de P&D estaduais paulistas, que já tiveram papel de fundamental importância no desenvolvimento do estado, foram sucateados, e vêm perdendo sua importância nos sucessivos governos tucanos com a redução de seus quadros de funcionários e pesquisadores, com os baixos salários e o desmonte de sua infra-estrutura.

read more »

20 outubro 2010

DIÁLOGO DOS REITORES COM A NAÇÃO BRASILEIRA

Inicialmente gostaríamos de comemorar com toda a sociedade brasileira esse momento importante do exercício da cidadania que, por meio de eleições democráticas, plena liberdade de imprensa e de expressão o povo brasileiro pode escolher o seu destino, e esperamos nós, o caminho do desenvolvimento e da inclusão das parcelas mais necessitadas por meio da educação, da geração de emprego e renda com mais saúde e paz para todos.

É importante registrarmos o papel relevante que todos os partidos e candidatos que participaram deste pleito tiveram na consolidação da democracia. Igualmente importante é registrar que por opção dos eleitores temos agora no segundo turno dois candidatos absolutamente responsáveis, qualificados e com biografias de igual densidade que os fazem merecer o respeito de todos nós.

read more »

20 outubro 2010

Ato Público na USP por Dilma Presidente

Do Viomundo:

19 outubro 2010

Campanha pró-Dilma intensifica agenda nas universidades cearenses

Fonte: Vermelho

 

Promover um debate de alto nível com os universitários para mostrar qual projeto de governo que realmente tem compromisso com o ensino superior. Este é o principal objetivo do comitê “Universidades com Dilma”, formado por estudantes de nível superior de várias instituições de ensino do Ceará.

O grupo já esteve na Universidade Federal do Ceará (UFC – Campus do Benfica), na Universidade Estadual do Ceará (Itaperi) e na Universidade de Fortaleza (Unifor), sempre acompanhados de parlamentares de partidos aliados.

read more »

19 outubro 2010

UFMG JUSTIFICA APOIO A DILMA

A universidade e o segundo turno das eleições

*Ronaldo Tadêu Pena, **Heloisa Murgel Starling, *** Marcos Borato Viana

Fontehttp://www.ufmg.br/boletim/bol1715/2.shtml

 

Quanto mais bem informado um voto, melhor para o país. É com esse objetivo que nós, participantes da gestão da UFMG em anos recentes, nos dirigimos à comunidade da Universidade. O momento é de comparação de dois projetos para o Brasil. De um lado, Dilma Rousseff, representando a continuidade do projeto desenvolvido nos últimos anos, e de outro, José Serra, a oposição a esse projeto.

O sistema universitário público federal viveu anos difíceis no governo Fernando Henrique Cardoso. As dificuldades financeiras foram tais que, no segundo semestre de 2003, com o último orçamento da era FHC, a UFMG, pela primeira vez, viu-se obrigada a suspender o pagamento de suas contas de água e energia elétrica. Foi graças à compreensão do governador Aécio Neves que tais contas puderam ser saldadas em 2004, sem cortes no fornecimento.

read more »

19 outubro 2010

EDUCAÇÃO – O BRASIL NO RUMO CERTO

(Manifesto de Reitores das Universidades Federais à Nação Brasileira)

http://www.uftm.edu.br/upload/noticias/Manifesto_Reitores_22.9.10.pdf

Da pré-escola ao pós-doutoramento – ciclo completo educacional e acadêmico de formação das pessoas na busca pelo crescimento pessoal e profissional – consideramos que o Brasil encontrou o rumo nos últimos anos, graças a políticas, aumento orçamentário, ações e programas implementados pelo Governo Lula com a participação decisiva e direta de seus ministros, os quais reconhecemos, destacando o nome do Ministro Fernando Haddad.

Aliás, de forma mais ampla, assistimos a um crescimento muito significativo do País em vários domínios: ocorreu a redução marcante da miséria e da pobreza; promoveu-se a inclusão social de milhões de brasileiros, com a geração de empregos e renda; cresceu a autoestima da população, a confiança e a credibilidade internacional, num claro reconhecimento de que este é um País sério, solidário, de paz e de povo trabalhador. Caminhamos a passos largos para alcançar patamares mais elevados no cenário global, como uma Nação livre e soberana que não se submete aos ditames e aos interesses de países ou organizações estrangeiras.

read more »

18 outubro 2010

MANIFESTO DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS EM DEFESA DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Fonte: http://emdefesadaeducacao.wordpress.com/2010/10/15/manifesto-de-professos-universitario-em-defesa-da-educacao-publica/

 

Nós, professores universitários, consideramos um retrocesso as propostas e os métodos políticos da candidatura Serra. Seu histórico como governante preocupa todos que acreditam que os rumos do sistema educacional e a defesa de princípios democráticos são vitais ao futuro do país.

Sob seu governo, a Universidade de São Paulo foi invadida por policiais armados com metralhadoras, atirando bombas de gás lacrimogêneo. Em seu primeiro ato como governador, assinou decretos que revogavam a relativa autonomia financeira e administrativa das Universidades estaduais paulistas. Os salários dos professores da USP, Unicamp e Unesp vêm sendo sistematicamente achatados, mesmo com os recordes na arrecadação de impostos. Numa inversão da situação vigente nas últimas décadas, eles se encontram hoje em patamares menores que a remuneração dos docentes das Universidades federais.

read more »

18 outubro 2010

COMPROMISSOS COM O FUTURO DE UMA NAÇÃO CIDADÃ E SOBERANA

Manifesto dos trabalhadores das universidades públicas em apoio a Dilma Rousseff Presidente

No próximo dia 31 de outubro, nós, os trabalhadores das universidades públicas, temos um compromisso com o futuro de nossa Nação. Um compromisso que passa por votar em Dilma Rousseff, para garantir e aprofundar as conquistas dos últimos 8 anos.

Conquistas que não foram apenas para categorias funcionais ou de natureza salarial. Existiram sim como ações de respeito, reconhecimento e dignificação dos trabalhadores e foram significativas. Mas, acima de tudo, corresponderam a uma visão até há pouco não defendida e implantada no Brasil, embora a história a aguardasse por décadas e décadas. A visão de que a educação, a ciência e a tecnologia são ferramentas e essência do exercício pleno da cidadania e alicerces do desenvolvimento de uma Nação Soberana.

read more »

%d blogueiros gostam disto: